O déficit comercial dos Estados Unidos cresce 5,2% em abril

O déficit comercial dos Estados Unidos cresceu 5,2% em abril e ficou em um total de 47 600 milhões de dólares, acima das expectativas, informou hoje o Governo.
Em abril, as exportações dos eua caíram 0,3 % e somaram 191.000 milhões de dólares, enquanto as importações aumentaram 0,8 %, até os 238.600 milhões.
O saldo comercial negativo de abril, foi o maior desde janeiro e superior ao esperado pelos analistas, que antecipavam um défice de cerca de 46.000 milhões de dólares após a cifra revisada para cima, de 45.300 milhões de março.
Dado anual
No que vai de ano, o déficit comercial dos EUA aumentou 13,4% em relação ao mesmo período de 2016.
O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, queixa-se constantemente de que o déficit comercial do país é muito grande e quer corrigir essa situação, particularmente no caso do intercâmbio com a China e o México.
As críticas mais recentes foram para a Alemanha, país cuja política comercial é “muito ruim” para os EUA, a juízo do Trump.
Na última cimeira de líderes do G7, que decorreu no passado fim-de-semana, na Sicília (Itália), o Governo de Trump deixou de lado sua recusa em condenar o protecionismo e se uniu a seus parceiros nesse grupo, para reafirmar o compromisso com o livre comércio.
A da vez, a declaração final do G7 incluiu a recusa às “práticas comerciais desleais”, algo para o que pressionou particularmente Trump.

About author