Cerca de 500 empresas podem beneficiar de um plano de apoio às exportações

Cerca de 500 empresas estremenhas poderiam se beneficiar de um total de 1,9 milhões de euros para pôr em marcha planos de apoio à exportação, até o ano de 2020.
O Conselho do Bce autorizou a assinatura de um convênio que formaliza-se uma transferência específica de carácter plurianual a favor da empresa pública Extremadura Avante-Serviços Avançados para pequenas e médias Empresas para a implementação de tais planos.
A porta-voz da Junta de Extremadura, Isabel Gil Rosiña, indicou que os Planos de Apoio à Exportação têm como objectivo aumentar a capacidade de internacionalização das empresas estremenhas, promover seus produtos e serviços e beneficiar a economia e a imagem da Extremadura “, a nível nacional e internacional”.
Assim, a consecução destes objectivos permitirá que as empresas do setor industrial na Extremadura situar-se em uma melhor posição competitiva” em um “mercado global”.
“Com esta ação, a Junta da Extremadura segue somando esforços para que o nosso pequeno comércio, como as nossas pequenas e médias empresas sejam mais competitivas e possam manter a sua actividade económica”, foi destacada Gil Rosiña na conferência de imprensa posterior ao Conselho de Governo.
Além disso, o porta-voz expôs os “positivos” dados das exportações extremenhas registados no primeiro trimestre de 2017, período acumulado no que se atingiu a “melhor valor da série histórica”, com 403,9 milhões de euros, 19,3% a mais que no mesmo período do ano anterior.

About author